Surf perde dois ídolos em menos de dez dias

Por André Sampaio

Os últimos dias foram muito tristes para os surfistas do mundo inteiro. No último dia 2  o havaiano Montgomery “Buttons” Kaluhiokalani, 54 anos, ícone no esporte não resistiu a um câncer no pulmão que já vinha lutando há anos. Já  Casquinha, 49 anos foi vitima de uma parada cardiorrespiratória no ultimo dia 7.

Nascido em Honolulu, Buttons começou a surfar aos 9 anos, no North Shore de Oahu, Havai. O apelido Buttons foi dado pela sua avó, em função de sua cabeleira. Buttons não possuía um espirito competidor, o surf era um estilo de vida, e ele fazia isso muito bem, seu surf era acima da média, Cutbacks, tubos, tailslides, 360 perfeitos, sempre chamou a atenção de todos com suas manobras e seu cabelo.

Infelizmente, em meados dos anos 80 se envolveu com a cocaína e se afastou do surf. Nos anos 90 voltou ao mar surfando muito e até os 50 anos mandava 360, atualmente Buttons tinha uma escola de surf em Kaluhiokalani, deixou oito filhos e oito netos.

Buttons-Kaluhiokalanilala

Buttons

Roberto Casquinha, carioca da Barra da tijuca se tornou surfista profissional em 1987, o maior titulo de sua carreira  aconteceu em seu primeiro ano como profissional, quando venceu o OP Pro, primeira etapa do Circuito Brasileiro, o que o deixou muito famoso no mundo do surf foi  a expedição “By Tico FLUIR” à Indonésia, em 1989, com boas ondas durante toda viagem, especialmente nos dias do swell épico em Ombak Tujuh, onde Casquinha pegou altas ondas, e após a viagem a matéria teve enorme repercussão no mundo inteiro.

Os últimos dias foram muito tristes para o surf mundial, grandes surfistas morreram jovens, e no ultimo dia do 2, completou dois anos da morte de um dos maiores surfistas que o mundo já teve, Andy Irons. O mais importante é que esses caras inspiram muita gente, inclusive Buttons é a maior  fonte de inspiração para Kelly Slater, e muitos jovens estão crescendo no surf, e agora tem mais motivos para manter o esporte em alto nível

ALOHA!