O Melhor Entre os Melhores

Por André Carlos Zorzi e Gustavo Saad

Com a divulgação da lista dos indicados ao Bola de Ouro 2013, quatro candidatos se sobressaem na disputa pelo prêmio mais cobiçado pelos jogadores.

Lionel Messi já é o maior vencedor da história da premiação, e pode se tornar o primeiro a conquistar 5 troféus de forma consecutiva. Porém, as lesões e a eliminação do Barcelona para o Bayern de Munique após sonora goleada podem influenciar e lhe deixar de mãos vazias desta vez.

O sueco Ibrahimovic sempre passou por grandes clubes, e ainda vive grande fase na carreira, se notabilizando por marcar golaços. Mesmo não tendo sido decisivo para o Paris Saint Germain na Liga dos Campeões, foi destaque no título francês, e é o melhor jogador da história de seu país, a Suécia. A quatro gols de se tornar o maior artilheiro de todos os tempos em sua seleção, sonha em ficar entre os primeiros, e para isso ainda conta com duas decisões pela repescagem europeia para a Copa do Mundo.
Cristiano Ronaldo já se acostumou a ir ao evento de entrega do prêmio e vê-lo sendo rebebido por seu concorrente Messi, mas é o único entre os listados, além do argentino, que já ganhou o prêmio anteriormente. O fato de carregar sua seleção nas costas, e de ter sido artilheiro da última edição da Liga dos campeões podem influenciar na votação final, apesar do português já ter passado por fases melhores em sua carreira.

No embalo do perfeito Bayern de Munique da temporada passada, o francês Frank Ribery já foi eleito o melhor jogador da temporada europeia em evento da UEFA, e pode trazer o troféu para um jogador francês após 15 anos, desde Zinedine Zidane. A boa temporada do clube alemão também deve render o prêmio de melhor técnico do ano para o alemão Jupp Heynckes.

Mesmo com toda a pompa de ser um evento oficial da FIFA, o método de eleição é contestado, já que muitas vezes os votantes escolhem os jogadores que gostam mais, e não necessariamente os que se saíram melhor na temporada.

Texto