Guardiola completa quatro meses no comando do Bayern

Por Guilherme Raia e Gustavo Saad

Depois de cumprir seu ano sabático, Josep Guardiola, 42 está de volta ao trabalho. Eleito o melhor treinador do mundo pela Fifa em janeiro de 2012, assumiu no início da temporada 2013/14 o comando do Bayern de Munique, clube que na última temporada venceu todos os torneios que participou, ainda com Jupp Heynckes no cargo.

No dia 22 de Outubro, Pep completou quatro meses à frente do clube alemão. Apesar da euforia inicial da contratação de um treinador desse porte, as dúvidas sobre sucesso do espanhol surgiram em poucos jogos. A mudança do esquema do time foi o primeiro alvo dos críticos. A dispensa dos titulares Mario Gomez e Luiz Gustavo também foram questionadas, além da transferência do meia Thiago Alcântara, que já trabalhou com o técnico anteriormente por 25 milhões de euros diante das boas opções que Guardiola já tinha a sua disposição no elenco.Untitled

Por outro lado, a boa relação do técnico com os jogadores é bastante elogiada por parte da mídia alemã, além de comprovada com declarações, como de Schweinsteiger, que defendeu seu trabalho e do próprio treinador, que disse afirma ser amigo dos atletas. A experiência e o respeito adquiridos no tempo que passou no Barcelona também nunca são esquecidos quando Guardiola está em questão.

Com questionamentos ou elogios, o início de temporada do Bayern é digno de elogios. O time é líder do campeonato alemão com sete vitórias em nove jogos, e do seu grupo na Liga dos Campeões, com três vitórias em três jogos, incluindo uma vitória com tranquilidade sobre o Manchester City, além de ter conquistado o título da Supercopa da Europa, nos pênaltis contra o Chelsea.