Você tem medo de quê?

FOBIAS ESTRANHAS SOU PARANÓICO

Por Hélen de Freitas

Quem nunca saiu de casa sem o celular e sentiu-se pelado?  Ou não teve medo de subir em uma balança? Esses são apenas alguns exemplos de fobias que se tornaram recorrentes em nossa sociedade.

A criação dos smartphones foi um grande marco no século XXI. Esses aparelhos possibilitam a interação social, contudo fizeram com que surgisse um medo exagerado de não conseguir comunicar-se ou ficar sem o aparelho celular. Essa fobia tem nome, é a Nomofobia. Passamos a estar conectados a todo momento, nos viciamos e desenvolvemos doenças psicológicas por causa dos smartphones. Inclusive a repórter deste post sofre de Nomofobia. “Ao acordar, a primeira coisa que faço é pegar o celular, olhar o facebook, o instagram, o twitter, o whats app, só depois eu me levanto. Ficar um dia sem celular é ter a sensação de que pessoas irão me ligar para o melhor evento do ano e eu não vou saber”.

Outra fobia recorrente é a Caliginefobia. O nome pode ser estranho, mas todos que já assistiram ao seriado da Warner Channel, Big Bang Theory, conhecem bem esse medo. Na série, o personagem Raj tem pavor de mulheres bonitas. Parece incomum, mas muitos homens sofrem disso.

Já as mulheres conhecem muito bem a Lanxofobia. Essa representa o medo de subir em balanças. Independente da forma física, elas têm receio de olharem o seu peso. Distúrbios alimentares, que geram a perda ou ganho de peso excessivo, aumentam a probabilidade de uma pessoa desenvolver um medo. O pavor existe há séculos, porém nos últimos anos isso tem aumentado. Novas fobias surgiram com nomes engraçados e esquisitos.