Europa como desejo

Por Guilherme Raia e Gustavo Saad

A temporada 2013/14 do futebol europeu já está rolando. Muitos brasileiros trocaram de clube durante o período de transferências. Separamos algumas dessas negociações para analisarmos como andam nossos jogadores em seus novos clubes.

Neymar – Do Santos para o Barcelona:
Uma das mais badaladas contratações da última janela de transferências, o grande nome do futebol brasileiro escolheu o clube catalão como novo time. Rapidamente se adaptou ao estilo de jogo do Barcelona, com assistências, gols e um futebol de primeira qualidade, Neymar é melhor contratação da temporada (levando em consideração a pechincha paga pelo craque). Alguns já dizem que ele será o sucessor de Lionel Messi.

Paulinho – Do Corinthians para o Tottenham:
Campeão do mundo pelo clube paulista, Paulinho fez parte do “pacotão” de jogadores adquiridos pelo Tottenham para essa temporada. Aproveitou as oportunidades que teve e logo conseguiu uma vaga, no concorrido meio campo, entre os titulares. Já é grande destaque do campeonato e é um dos responsáveis pela boa campanha da equipe.

Imagem

Bernard – Do Atlético Mineiro para o Shakthar Donetsk:
Revelação do time campeão da última Libertadores, Bernard já era presença certa no futebol europeu, bastava apenas resolver aonde jogar. Acabou indo para o time ucraniano, fez apenas sete jogos e ainda não balançou as redes.

Kaká – Do Real Madrid para o Milan:
Ídolo do time Rossonero, Kaká retornou ao clube de Milão após quatro anos defendendo as cores do galáctico Real Madrid. E assim como em seu antigo clube, o jogador ainda não conseguiu apresentar o futebol que lhe rendeu o prêmio de melhor do mundo (2007). Para piorar a situação, anda afastado dos gramados por conta de contusão.

Marquinhos – Da Roma para o PSG:
Uma das grandes surpresas da temporada europeia. O zagueiro de apenas 19 anos foi contratado pelo clube de Paris como uma aposta (que deu muito certo). Ganhou espaço com as contusões de Thiago Silva e Alex e com isso conseguiu mostrar ao mundo que o dinheiro investido em seu futebol foi muito bem gasto. Em apenas seis partidas já acumula três gols, todos pela UEFA Champions League.

Willian – Do Anzhi para o Chelsea:
Antigo sonho de consumo do clube londrino, Willian enfim virou jogador dos Blues após se aventurar no ambicioso (e fracassado) projeto bilionário do Anzhi em se tornar uma das maiores equipes do mundo. Em seu primeiro mês no clube atuou pouco, porém parece que começou a ganhar a confiança do técnico português José Mourinho e já aparece no time titular em algumas partidas.