História do futebol americano 2

Por Lucas Tavares

Com a criação da televisão e sua popularização nos EUA fez com que muitos se apaixonassem pelo esporte e não só isso, o investimento pesado que os times começaram a fazer trouxeram nomes renomados hoje do esporte, como Paul Brown, criador do Cleveland Browns e com esses novos fatores, no ano de 1958, a final do jogo entre Baltimore Colts e New York Giants, a partida até hoje lembrada como “o maior jogo de todos os tempos”, a televisão norte americana atingiu um recorde de audiência de 45 milhões de telespectadores.

Já no ano de 1958, na final entre Baltimore Colts e New York Giants (foto acima), partida conhecida até hoje como “o maior jogo de todos os tempos”, a audiência na televisão atingiu o recorde, com 45 milhões de telespectadores. Estava consolidado o crescimento do futebol americano, ultrapassando inclusive o beisebol, esporte que até esta época era o mais popular dos norte-americanos.

A febre que estava sendo o futebol americano na década de 60 fez com que fossem criados vários times em todas as cidades dos EUA, mas a NFL não aceitou a inclusão dessas novas equipes, assim esses times recusados criassem a American Football League (AFL), que foi a única que conseguiu ter um embate de igual para igual com a NFL, após algum tempo as ligas se juntaram, assim os 10 times da AFL entrar na disputa contra os 16 da NFL, disputando uma competição entre todos e também o Super Bowl.

A partir da década de 70 o esporte já tinha o seu lugar garantido no coração dos americanos, assim foi criado o Monday Night Football pela ABC, onde se transmitia o melhor jogo da rodada, nesta época vários times tiveram sua consolidação em suas dinastias (Miami Dolphings, Pisttsburgh Steelers entre outros) e ainda novos times nascendo como Seattle Seahawks e Houston Texans, com a já aceita NFL, a rede de televisão ABC inovou com a introdução de várias câmeras, repórteres, gráficos etc.. Nas décadas seguintes só foi aumentando a audiência, tática de jogo, especialidade por jogador. Assim o futebol americano se tornou o esporte mais popular nos EUA e tem fãs no mundo a fora, fazendo partidas até em outros países (para a popularização dos mesmo) no resto do planeta.