La Quebrada: Loucura ou liberdade?

Por André Sampaio

Acapulco (México), além de ser famosa por receber grandes estrelas hollywoodianas, como Elvis Presley, de ser o destino de férias da turma do Chaves, é conhecida por uma atração turística chamada “La Quebrada” que atrai pessoas do mundo inteiro para assistir o espetáculo, onde os locais pulam de pontos distintos da pedra  em um poço de quatro metros de profundidade.

Essa “brincadeira” começou com pescadores que desafiavam uns aos outros para ver quem era capaz de pular do ponto mais alto, e em 1934 se tornou uma atração turística. Crianças, jovens e adultos praticam o salto. Além de ser corajoso, o mergulhador tem que ser um bom nadador e um bom escalador, pois após o salto os mergulhadores escalam a pedra.

Jorge Monico Ramirez Vasquez, que realizou a atividade durante três gerações diz que: “a noção do tempo é a chave para um bom salto. A queda dura três segundos e as ondas altas, que marcam o momento para entrar na água, duram apenas cinco segundos. Temos uma margem de erro de apenas dois segundos.”

Os heróis se apresentam cinco vezes ao dia, sendo uma vez a noite, onde os turistas mais se impressionam, pois eles saltam como uma tocha na mão. Para os turistas existe um píer ao lado da para acompanhar de perto a apresentação. Antes do salto os locais rezam pedindo proteção. Funciona como um ritual.

9754D3CE6AA7BA52EB9EBB10DA436

Salto Noturno

Desde a década de 1950, Acapulco atrai turistas do mundo inteiro, com suas belas praias, águas cristalinas e todo charme do universo mexicano, com muita tequila, colares floridos e Mariachis.

”Mergulhar é como um sonho, você se sente livre como um pássaro, mas quando você atinge a água o sonho acaba” Angel Vasquez