Falabella volta a São Paulo com o inédito “A Madrinha Embriagada”

Por Gabriel Justo

Em maio deste ano o SESI-SP lançou o “Projeto Educacional SESI-SP em Teatro Musical”, e um de seus objetivos é ampliar e democratizar o acesso do público aos espetáculos musicais. O primeiro passo será a montagem da versão adaptada de “The Drowsy Champerone”, que aqui será “A Madrinha Embriagada”. A direção do musical ficará nas mãos do talentosíssimo Miguel Falabella, responsável pela tradução e versão de grandes musicais como: Alô, Dolly!, Cabaret, Xanadu, A Gaiola das Loucas, Hairspray e Os Produtores.

A história começa nos dias atuais com um fã de musicais chamado “o Homem da Poltrona” ouvindo um LP do espetáculo “A Madrinha Embriagada”, que fez sucesso no Teatro São Pedro, em 1928. O disco fala sobre a musa de teatro, Jane Valadão, que deixará os palcos para se casar com um empresário, Roberto Marcos. Por se passar nos anos 20, é de costume que se contrate uma madrinha para cuidar da noiva antes do casamento, então Jane passa a ser cuidada por sua madrinha embriagada.

Em sua adaptação do musical americano, Falabella remete a comédia para a São Paulo dos anos 20, quando a cidade está em pleno crescimento e um dos polos dos principais artistas modernistas.  “[Falabella] Preservou a estrutura do texto original, mas deslocou a história para o Brasil. Apagou os nomes em inglês e homenageou grandes artistas brasileiros, eliminou referências às cidades americanas e, para um carioca, esbanjou conhecimento da geografia, da história, do jeito e dos trejeitos de São Paulo”, diz Cleto Baccic, ator e diretor geral do musical.

A atriz convidada, Stella Miranda, que caiu no gosto do público interpretando Dona Álvara na sitcom “Toma Lá Dá Cá” fará o papel da Madrinha Embriagada, a comédia musical também conta com grandes nomes da cena musical brasileira como Kiara Sasso (A bela e a Fera, O Fantasma da Ópera, Mamma Mia!) no papel da corista Eva; Sara Sarres (O Fantasma da Ópera, Les Misérables, O Magico de Oz, Shrek) na pele da protagonista Jane Valadão e Saulo Vasconcelos (O Fantasma da Ópera, Cats, A Bela e a Fera) como Sr. Iglesias.

O Espetáculo estreia no dia 21 de agosto fica em cartaz por 11 meses, contabilizando 325 sessões totalmente gratuitas. Até o fim do mês as apresentações já estão esgotadas, mas a partir de todo dia 20 já estará disponível a cota de ingressos para o mês seguinte.

Imagem